domingo, 15 de agosto de 2010

Família e amigos, o meu muito obrigado.

Amigos o meu muito obrigado,
pela vossa presença, na minha festa.
Com a família e amigos a meu lado,
há 18 anos, que não tinha uma festa como esta.

Foi uma festa, animada,
Com tudo a que tive direito.
Senti - me um pouco consolada,
mas sempre, com uma dor no peito.

Essa dor no peito,
nunca há - de sarar.
Mas era uma festa, a que já tinha direito,
depois de tantos anos, a chorar.

Depois de tantos anos, a chorar,
e de tanto sofrimento
que nunca há - de passar,
mesmo neste preciso momento.

Apesar do meu aniversário festejar,
nada muda, nada quer dizer.
Neles continuo a pensar,
e o meu coração a doer.

E passe o tempo que passar,
o meu coração, vai sempre a doer.
Em mim, nada mudou nem vai mudar,
e também nunca os hei - de esquecer.

Mais uma vez família e amigos,
o meu muito obrigado,
por neste momento estarem a meu lado.

2 comentários:

Daqui Por Diante disse...

caramba! :/ gostei muito. pois não é que me identifiquei completamente com o texto? bárbaro! :)

Crônicas do Cotidiano disse...

Singelo e perfeito...

Esse tom de saudade me faz refletir!

Já te sigo!